04 abril 2015

Alguém pra me esperar

Eu sempre fui uma menina muito simples, pra mim poder levantar da cama e ver o sol, sentir o vento na pele sempre foi o suficiente e o que definia se meu dia seria ótimo ou não. Levando em conta que eu ainda posso ver o sol e sentir o vento, ainda deveriam ser dias perfeitos, mas como tudo na vida passa, as fases boas também se vão e o resta é apenas o que nos compõe e faz com que sejamos seres sociais. A individualidade deixa de ser uma opção e passa a ser uma característica, ninguém nasceu pra ser eternamente solitário. A gente se deve o amor próprio, saborear a própria companhia e o deleite no quão bom é estar conosco. Então descobrimos que tão boa quanto a nossa companhia é poder compartilha-la com alguém que fará tão bom proveito quanto nós. E passamos da individualidade por opção à busca por uma companhia agradável.
Vamos falar sobre companhias, sobre pessoas e as poucas coisas que precisamos delas - não precisamos, mas queremos- para sermos felizes.

Eu namoro desde os 12 anos, não com a mesma pessoa, e sim, eu fui e ainda sou uma pessoa precoce. Não por culpa dos meus pais, eles são conservadores, mas por minha opção de viver.
Aos 16 anos eu encontrei o cara que me fez sentir os melhores sentimentos, e os piores. Ainda estou com ele, sim rs.
Enfim! Aos 18 eu descobri que preciso de alguém pra me esperar, independentemente do tempo que eu demore pra chegar em casa, da pessoa saber ou não se eu voltarei, clichê talvez, mas talvez seja tudo que precisemos pra sermos felizes.

Eu quero poder ir a festas sozinhas, vá se quiser também. Se puder me esperar quando eu chegar, só preciso de um abraço e um colo pra descansar. Se um dia precisar que eu esteja lá quando chegar, eu estarei de braços e mente aberta. A gente precisa de alguém que mesmo perdido faça as escolhas certas. O silencio é o melhor remédio, e as vezes o único que vá silenciar uma mente, as vezes esse é o melhor, em outras talvez um simples "As coisas vão ficar bem."
Não precisa de um Eu te Amo. Você pode só sorrir pra mim e me lembrar que está ali ao meu lado pra segurar minha mão quando eu precisar, as vezes eu de fato preciso disso e nenhuma palavra a mais.
É isso que me faz ser completa, ter alguém que fale e se cale nos momentos certos, mas que além de todas as regras que são subscritas que possa me abraçar durante um dia cansativo e se por no meu lugar, sei que grandes tragédias são evitadas com pequenos gestos, não precisa saber quais são os momentos certos, a gente se acerta depois. Me ligue no meio da noite pra dizer que estava pensando em mim, ou mande uma mensagem no meio de dia sobre algo que me fará sorrir, serei grata e feliz.
Descobri que preciso de pouco pra ser feliz e me complementar.

Preciso de pessoas desconhecidas para sorrirem pra mim no transito, e de um sorriso conhecido pra me confortar no fim do dia, um abraço seguro aonde estamos livres de todos os conflitos diários, alguém pra cuidar e acima de tudo, pra me esperar e que eu possa esperar.

2 comentários:

  1. Ameeeei o texto, você é uma ótima escritora! Tou seguindo agora e sempre!

    https://www.youtube.com/watch?v=u70Tzf1iyNQ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obgd gata, seja sempre bem vinda por aqui!
      To rindo muito aqui com seu video haha, adorei ! Parabens!
      Beijinhos!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo