23 janeiro 2016

Ponto de escape

Tá, eu sei que todo mundo tem seus monstros dentro de si, e que cada pessoa também tem sua forma de escape, de fugir, de aliviar a pressão.
Sentir-se desanimada pra mim é como se fosse o fim dos tempos, eu não sinto vontade de sair de casa, é como se toda a parte boa de mim tivesse ido embora (pra sempre) e eu me sinto aprisionada nesse corpo, em busca de uma forma de me libertar, do que há de melhor em mim. É justamente nesse momento em que passo a questionar as coisas, as belezas, os clichês, as mentiras e verdades, a vida e qual é seu verdadeiro significado. 
É difícil na verdade encontrar algo, alguém que possa ajudar a levar tudo isso embora, na verdade às vezes é tão difícil que chega a dar uma sensação de imponência. Todas as vezes que me sinto assim, tenho uma vontade enorme de mudar o visual, cortar o cabelo, pintar ou só ir lá e fazer uma make baphonica, só pra mudar mesmo, numa tentativa incansável de ser melhor pra mim mesma.
Tudo isso é um grande pesadelo do qual esperamos acordar um dia, das mas sensações e deixar que nos enchamos de coisas boas, a pergunta é apenas, quando isso acontecerá? Até lá, a única coisa que resta é incerteza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo