23 novembro 2014

#02 Meu cabelo

Às vezes nós gostamos de reviver o passado, lembrar das mágoas, desaforos, obstáculos, derrotas, vitórias. Nós temos isso de passado imperfeito.
Hoje eu resolvi sofrer mesmo, lembrar do meu passado e me apunhalar pelos erros, quem nunca né? Mas eu sempre digo que por pior que seja a situação sempre se pode tirar bom proveito, boas experiências.

Eu tive vários momentos nessa vida, já experimentei quase todos os estilos nesse mundo. Mas os anos passam e a vida exige que tomemos um caminho, o que definirá agora o que seremos daqui alguns anos, e eu parei no meio termo, meio rock e meio hippie se é que existe uma frase com os dois termos tão próximos. Por muito tempo eu fui o que a sociedade exigiu de mim ou tentei ser, a boneca perfeita = Magra e de cabelos lisos.

Quando a vida me deu um tapa eu acordei desse pesadelo e fui em busca de me encontrar de verdade, descobrir meu próprio estilo. Eu descobri muita coisa sobre mim, sobre como eu sou de verdade, sobre o que eu sou por dentro e por fora. Descobri que minha luta todos os dias por ser magra nunca seria uma vitória, pois minha mente na verdade era de gorda. Isso mesmo, tudo que eu vejo eu quero comer, ta na TV eu quero, vejo na vitrine me da água na boca. Descobri que meu cabelo nunca seria o liso perfeito porque eu tinha nas veias sangue de mulata, de cabelos cacheados, isso sim!

Então percebi que tudo pelo qual eu lutava, na verdade era em vão e a partir desse momento eu começei a buscar o tempo perdido dando a mim mesma essa oportunidade.
 Hoje eu trago pra vocês minha história de vida, a história do meu cabelo. Fazem 8 meses desde que fiz meu bigchop e 1 ano que parei com a quimica e tive total liberdade para aceitar a mim mesma, após 6 anos escravizada.

Eu passei miseros 6 meses derrotada com meu cabelo cacheado, eu desconhecia aquele filho, não sabia como lidar com ele, era como ter um intruso no meu corpo. Foram muitas vontades de correr de volta pro salão e outras muitas vontades de cortar tudo de uma vez. O tempo que consegui suportar foi esse, 6 meses com restos lisos. É classico né, mas a maioria das pessoas que passam por esse processo só faz o BC (Bichop ou Grande Corte) por estar agoniada com 2 tipos de cabelo ao mesmo tempo, dai só pega a tesoura e dá-lhe lamina. Foi assim comigo também.

Estava tão frustrada com a dupla textura que certo dia simplesmente acordei, peguei a tesoura e picotei tudo, não tudo mas grande parte, depois me desesperei e corri pro salão. A cabeleleira terminou meu serviço e eu caí no arrependimento. Chorei litros em casa, mas com o tempo isso passou e passei a me esforçar para me dar bem com os cachos. Procurei inspirações na internet, formas de cuidar, o tempo foi passando e eu fui descobrindo cada vez mais, aprendi a usar acessórios que foram meus melhores aliados, adotei o cronograma capilar e aqui estou eu agora, e esse foi meu processo de transição.



Agora me contem a história de vocês!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo