15 dezembro 2014

Eu não sei porque devemos levar pancadas e sustos da vida para aprender a viver, não sei também porque nós nos ferimos e continuamos pelo mesmo caminho.
Uma mulher de Tpm, sozinha ao som de chuva e musica, não sei bem qual o objetivo disso tudo mas sei que a vida te prega pegadinhas a cada curva, a cada dia e a cada momento. E por menor que sejam elas podem nos ensinar muitas coisas.
Minha jornada atualmente é de descobertas e dependencias. Já explico cada coisa..

Dependencia me caracteriza hoje. Ninguém aceita ou admite que depende de algo ou alguém pra ser feliz, mas a verdade é que muitos se doam aos relacionamentos sociais a esse ponto. Passei por tantos momentos tantos "preciso" que acabei me tornando uma pessoa dependente das outras. A gente espera que alguém te faça feliz, até ai tudo bem porque na verdade a pessoa está te fazendo feliz, mas chega um momento em que a situação se torna drastica, seja lá quem for a sua pessoa dependencia, você descobre que ela é independente e isso te surpreende, como se você nunca soubesse que das partes você sempre foi o unico dependente.

Daí já entramos na fase das descobertas. Vem todas as surpresas e você passa a conhecer (mesmo já sabendo antes), abre os olhos pra vida e enxerga que agora ninguém corre atras da sua felicidade, então se você quiser ser feliz ou para de ser dependente ou muda os motivos que te construiram durante toda a vida. Se acostuma que é assim que tem que ser, você buscando sua felicidade e todos buscando a própria felicidade, esse é o objetivo que todos nós deveriamos ter em comum, mas damos essa responsabilidade pra outra pessoa.

Precisamos viver em paz com nossos sentimentos, nossas necessidades e acima de tudo nossa propria vida e nossas limitações. Devemos descobrir que nossos limites estão na nossa mente, e o unico que pode nos derrubar somos nós mesmos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo